Avaliação Psicológica no contexto da orientação profissional

A música “Quando Você Crescer”, composta por Raul Seixas em parceria com Paulo Coelho e Jay Vaquer, parece ser uma grande crítica aos padrões de “vencer” da sociedade na época. É com trechos desta bela composição que a psicóloga Ana Jardel Fechine aborda a temática da avaliação psicológica no contexto da orientação profissional.

Publicado por Clínica Remédios Lages
em

Avaliação Psicológica no contexto da orientação profissional

A música “Quando Você Crescer”, composta por Raul Seixas em parceria com Paulo Coelho e Jay Vaquer, parece ser uma grande crítica aos padrões de “vencer” da sociedade na época. É com trechos desta bela composição que a psicóloga Ana Jardel Fechine aborda a temática da avaliação psicológica no contexto da orientação profissional.

 

Raul conseguiu através da música dizer ao público o que ele não conseguiria dizer apenas com a escrita. A melodia acompanha a letra, indicando felicidade nas coisas mais simples, que pode ser real, porém, com alfinetadas a uma vida acomodada pelos sonhos perdidos e enquadrada pelo sistema.

“Diversas dificuldades permeiam o caminho das pessoas que estão no processo da escolha profissional. Esta escolha pode ser dificultada por uma imaturidade geral em relação à tomada da decisão, como fatores socioeconômicos, conflitos internos e outros externos”, explica Ana Jardel.

De acordo com a psicóloga, diversas pesquisas apontam para dificuldades básicas relacionadas à insuficiência de informações consistentes, tanto sobre si mesmo quanto sobre áreas profissionais. “Os interesses profissionais têm sido definidos como padrões de gostos, indiferenças ou aversões com respeito a atividades relacionadas a carreiras ou ocupações. Neste sentido, o conhecimento adequado das dimensões de interesse de uma pessoa é capaz de predizer o montante de satisfação que ela experimentará no desempenho de uma profissão”, assegura.

E ainda, “percebendo esta necessidade no contexto psicoterápico e escolar, para qual em nossa cultura, os jovens adentram cada vez mais cedo no universo universitário, depara-se em uma tomada de decisão muitas vezes angustiante, pois a escolha profissional parece ser para toda sua vida”, registra.

 

Segundo a psicóloga Ana, a avaliação profissional é maior entre os adolescentes e jovens estudantes que prestarão o ENEM; estudantes universitários insatisfeitos com o curso e profissionais já formados, mas que querem mudar de carreira.

 

CONFIRA OS PRINCIPAIS OBJETIVOS DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA  

 

Mapear os principais interesses do orientando e ajudá-lo a relacioná-los às atividades profissionais disponíveis em sua realidade;

 

Incrementar o autoconhecimento nas diversas variáveis apontadas e no domínio dos interesses ajuda a melhorar a qualidade da orientação vocacional facilitando aos orientandos realizar escolhas satisfatórias;

 

Testes Psicológicos Favoráveis – São aqueles que o(a) psicólogo(a) poderá utilizar no exercício profissional, tal como previsto na Resolução CFP, nº 009/2018 e no Código de Ética Profissional e que estão com parecer favorável emitido pelo CFP - Conselho Federal de Psicologia.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Avaliação Psicológica no contexto da orientação profissional

Enviando Comentário Fechar :/